sexta-feira, 16 de novembro de 2012

16 de Novembro nasce a UNESCO

No dia 16 de novembro de 1945, nasce a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que surge com a finalidade de contribuir para a paz e segurança no mundo, através da educação, da ciência e da cultura.

Hoje é dia de vincar o papel de uma entidade que nasceu num cenário de pós-guerra, para promover a paz, através do combate ao analfabetismo. Com sede em Paris, a UNESCO promove atividades culturais (leitura, difusão de livros), na defesa do património, estimulando a criatividade, bem como a preservação de entidades e tradições.
A UNESCO financia projetos de formação de professores para países com maiores índices de analfabetização e constrói escolas em regiões com forte presença de refugiados. Esta entidade da ONU promove ainda a circulação de ideias, a liberdade de imprensa, fomentando também o pluralismo e a diversidade dos meios de informação.
Nos campos da ciência e da tecnologia, a UNESCO levou a cabo diversas pesquisas para orientar a exploração dos recursos naturais.
Outro eixo da sua atuação é a proteção dos patrimónios culturais e naturais. Para o efeito, foi criado o World Heritage Centre, cuja finalidade é preservar e restaurar o património histórico da Humanidade, com atuação em 112 países.
AUTOR: JOANA TELES


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Exposição - Pinturas de surf e natureza em Ipanema




Começa na próxima quinta-feira, 14 de julho, a exposição Art At Florense com os artistas plástico brasileiros, Flavio Caporali e Jorge Barata com abertura a partir das 19h, na Florense de Ipanema.

Com intuito de mesclar o realismo com o neo-expresionismo, o jornalista Ricielle Santos juntou os artistas que começaram toda sua trajetória no surf.

“Os dois são feras nas artes e tenho uma profunda adoração pelos quatros do Flavio e do Jorge, a beleza da natureza humana está expressa de forma diferente entre os dois, mas o surf está na essência de cada um”, explica Ricielle que apresenta a exposição.

A força da natureza é o grande assunto das obras do artista plástico Flavio Caporali. Nascido em São Paulo, mas radicado desde 1988 no Peru, o também surfista é um apaixonado pelo mar. Com um estilo realista o artista representa a vida, através dos raios de luz que penetram as ondas, as praias em harmonia, e as belezas da natureza de nosso planeta azul.

"Quando comecei a surfar encontrei nas ondas, nos animais marinhos e nas paisagens uma grande fonte de inspiração. O surf e a arte estão diretamente ligados para mim”, lembra Flavio Caporali.

Pintor e escultor autodidata, Jorge Barata se destaca no circuito de arte contemporânea do Rio de Janeiro como expoente do Neo-expressionismo. Jorge tem um processo de criação único onde a vitalidade do traço, combinando com cores fortes faz com que o espectador se depare com uma obra carregada de emoções.

“Quando garoto comecei pintando pranchas de surf e a mais de dez anos venho desenvolvendo trabalhos de minha autoria, destaque para os rostos e as cores fortes nas grandes telas que desenvolvo.” disse Jorge Barata.

A Florense Ipanema, fica localizada na rua Joana Angélica, 169, Ipanema. A exposição Art At Florense, ficar até o dia 14 de setembro e pode ser vista de segunda a sexta-feira de 10h as 18h e aos sábados de 10h as 18h.

Por Pedro Monteiro

Panamericana Faculdade de Arte e Design oferece cursos de Pós-Graduação voltados para profissões contemporâneas


Aliando criatividade, inovação e modernidade, a Panamericana Faculdade de Arte e Design criou 9 cursos de pós-graduação voltados para um público que busca mais do que se atualizar. Na pós-graduação da Panamericana, o aluno desenvolve suas habilidades e competências e sai preparado para atuar de forma a se destacar no mercado de trabalho.
Com a ampliação e o aprofundamento de uma visão crítica e reflexiva, os cursos de pós-graduação da Panamericana vão acrescentar um diferencial no currículo do aluno, além de possibilitarem uma maior valorização do profissional no ambiente de trabalho.
Os 9 cursos de pós-graduação são divididos em três áreas de atuação: design, comunicação e artes visuais/fotografia. As aulas têm início no dia 1 de agosto e a duração dos cursos é de 18 meses. 
Pós-graduação em Design
Design para o Varejo – Visual Merchandising e Marketing:
O curso tem como objetivo aprofundar o conhecimento em marketing de varejo e comunicação visual através dos conceitos fundamentais do design de interiores aplicados ao espaço comercial. Além disso, essa pós-graduação vai estudar a sociedade e o comportamento do consumidor contemporâneo buscando identificar seus anseios e motivações para a efetivação da compra; refletir prospectivamente sobre a comunicação visual, produtos e espaço comercial na era do varejo digital e discutir e solucionar problemas que surgem diante da relação intrínseca entre desenvolvimento econômico social e o design para o varejo.
Consultoria de imagem e de tendências: moda
O curso visa fornecer instrumentação teórico-prática para que o profissional interessado possa promover o branding pessoal e coorporativo bem como a prospecção de macrotendências, relacionando e aplicando conhecimentos pertinentes ao marketing, à moda, semiologia, sociologia e psicologia, na construção e extroversão da imagem desejada e na antecipação de tendências. A Panamericana Faculdade de Arte e Design é pioneira no mercado em montar um curso de pós-graduação sobre consultoria de imagem e de tendências.
Design Universal
Capacitar o profissional a refletir criticamente, desenvolver objetos e configurar espaços inclusivos, tendo como princípio o Design Universal e a Arquitetura da acessibilidade que se propõe a pensar objetos e espaços adequados ao uso e ao bem estar humano, atendendo a todos, sem distinção ou segregação contemplando a universalidade dos ambientes.
Pós- graduação em Comunicação
Comunicação para Novas Mídias Digitais
O curso tem como objetivo fornecer instrumentação teórico-prática necessária para o gerenciamento das informações em mídias digitais. Tem o intuito de tornar o aluno qualificado em procedimentos de maior complexidade e especificidade, na área de comunicação e publicidade para mídias digitais. Além disso, visa aprofundar o conhecimento teórico-prático em Design e Comunicação para Mídias Digitais, refletir e solucionar problemas que surgem em seu campo de trabalho; compreender e acompanhar as transformações nas áreas de Comunicação, Design e Audiovisual e desenvolver projeto de pesquisa aplicada.
Promoção, Eventos e Merchandising e Criação
Fornecer instrumentação teórico-prática para a elaboração e desenvolvimento de campanhas promocionais, estratégias de merchandising e utilização de eventos mercadológicos como ferramenta estratégica de construção de Marca com o intuito de torná-los qualificados em procedimentos de maior complexidade e especificidade, na área de Marketing Promocional. Os eventos são ferramentas cada vez mais utilizadas pelas empresas para atingir seus objetivos mercadológicos e principalmente para ajudar a posicionar as marcas nas mentes dos seus consumidores.
Criação, Inovação e Liderança Global
Trata-se do primeiro curso em nível de Pós-Graduação em “Criação, Inovação e Liderança Global” no Brasil. A intensidade com que essas competências vêm sendo requeridas, desenvolvidas e celebradas nos dias de hoje é avassaladora. A criatividade é um recurso precioso de que dispomos e que necessita ser desenvolvido e melhor aproveitado, especialmente neste momento da história, marcado por fortes pressões competitivas em que se torna urgente gerar inovação. Empresas e indivíduos precisam se tornar criativos em suas formulações, criando relações inovadoras e mais inteligentes.
Pós- graduação em Artes Visuais/Fotografia
Fotografia de Design e Arquitetura
O curso tem como objetivo apresentar um panorama, por meio da fotografia de Design e Arquitetura, da obra de fotógrafos especializados no tema e de projetos arquitetônicos referenciais. Visa oferecer subsídios teóricos, práticos e metodológicos acerca das ações de produção, tratamento, preservação, organização e difusão da imagem fotográfica especializada em design e arquitetura.
Fotografia Contemporânea: Narrativa e Poética visual
Fornecer instrumentação teórico-prática para fotógrafos, artistas visuais, realizadores audiovisuais, jornalistas e publicitários com o intuito de torná-los qualificados em procedimentos de interface da linguagem fotográfica com os processos contemporâneos de criação, produção e difusão de imagens. Além disso, esse curso se propõe a: aprofundar o conhecimento sobre a produção fotográfica contemporânea nas suas principais vertentes nas artes visuais, realização audiovisual e multimídia; compreender e acompanhar as transformações nas áreas de criação, produção e difusão nos diversos campos onde se insere a linguagem fotográfica.
Fotografia e Audiovisual: Curadoria e Crítica
O curso tem como objetivo fornecer instrumentação teórico-prática, por meio de um amplo conjunto de informações, conceitos e reflexões que leve o interessado a desenvolver com competência todas as etapas de um projeto curatorial em mostras que envolvam fotografia e audiovisual, tanto no campo da arte como do documentário, de sua concepção à implantação, bem como a captação e o gerenciamento de recursos nesta área.  Além disso, o curso visa o aprofundamento do conhecimento no conceito de curadoria, pesquisa de acervos e relação obra e espaço expositivo;  compreender e acompanhar as transformações nas áreas impostas pelas novas tecnologias e os novos conceitos de museografia e difusão de uma mostra; e compreender os processos sócio-econômicos de todas as etapas de um projeto cultural, de sua concepção à captação de recursos e efetivação.
Diferencial
Há 50 anos, a Panamericana registra com orgulho a formação de várias gerações de profissionais. Assim como a Escola, o maior diferencial da Panamericana Faculdade de Arte e Design é preparar o aluno para o mercado, oferecendo sólida aprendizagem teórica, cultural e prática, ministrada por um corpo docente extremamente qualificado em suas áreas de atuação.
As aulas acontecem tanto nas salas de aula como nos estúdios, com a utilização de equipamentos individualizados e de última geração, permitindo aos estudantes colocar em prática tudo o que aprenderam na teoria, desenvolvendo ao máximo o seu potencial criativo e inovador.
SERVIÇO: INSCRIÇÕES CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA PANAMERICANA FACULDADE DE ARTE E DESIGN
INSCRIÇÕES: até o dia 30 de julho
LOCAL DE INSCRIÇÃO: AV. ANGÉLICA, 1900 – SÃO PAULO
FICHA DE INSCRIÇÃO: No site www.escola-panamericana.com.br/faculdade
INICIO DAS AULAS: 01 DE AGOSTO
Informações para imprensa:
D2 Comunicação
Manuela Bandeira de Melo / Lucas Martini / Cassia Domingues
Tels.: (11) 2691-4365 / 6652 9762 / 7897-1486 / 9631-0877
E-mails: manuela@d2comunicacao.com.br / lucas@d2comunicacao.com.br / cassia@d2comunicacao.com.br

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Loja de calçados usa arte do grafite em sua campanha


A fronteira entre a cultura da rua e a cultura da moda é o tema da nova campanha Outono-Inverno Omar Calçados. Criada pela Fuego, de Curitiba, a campanha adota o grafite como símbolo da inspiração que vem da rua, que por sua vez também serve de passarela para a moda. Dividida em três fases, a campanha é fortemente apoiada em mídia exterior, contando com placas e painéis de variados tipos e tamanhos, do mobiliário urbano a outdoors triplos e com aplique.


Na primeira fase, prevista para veicular durante uma semana apenas, a campanha mostrava cartazes simples, com muito espaço em branco. Ao fim da primeira semana de exibição, 05 pontos de mídia exterior sofreram intervenções ao vivo de 05 artistas de rua (integrantes do coletivo Mucha Tinta: Renato Faccini, Jorge Galvão, Dimas, Rimon e Caio “Baycroc” Bill), que grafitaram seus desenhos diretamente nas lonas, com auxílio de andaimes e equipamentos de proteção. Paralelamente, os 200 pontos de mobiliário urbano e os cerca de 20 pontos de outdoor que não sofreram intervenção direta tiveram suas lonas trocadas por outras, que traziam a aplicação digital das artes criadas pelos grafiteiros.
Nesta mesma semana entrou no ar o hotsite: www.meugrafite.com.br, que convida a galera a grafitar o seu próprio muro, usando ícones e grafismos criados pelos artistas. O muro criado pode ser salvo e compartilhado no Facebook. Os muros que receberem a maior quantidade de “Likes” no Facebook serão contemplados com vales-compra e outros prêmios, como tênis customizados e ecobags com as artes da campanha.
Neste último fim de semana foi a vez da fachada da loja da Rua Emiliano Perneta ser totalmente grafitada.
A campanha conta ainda com um jingle, que mistura a música pop das passarelas ao hip-hop das ruas, contribuindo para reforçar o mote “tá na moda, tá na rua”. Para finalizar, o grande volume de lonas usado na campanha será doado ao Instituto Arte Geral, que trabalha na arte-educação de crianças e jovens. A ONG confeccionará bolsas com as lonas, reciclando o material e gerando uma fonte de renda alternativa para o projeto.
FONTE: Flavio Vidigal - ideafixa.com

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Em Paris: Vitrine brasileira da sétima arte

O cineasta Nelson Pereira dos Santos e o escritor Jorge Amado são os dois grandes homenageados deste ano no 13º Festival de Cinema Brasileiro de Paris, na França. O evento, que ocorre entre 4 e 10 de maio, é uma importante vitrine da produção nacional na Europa, em que são exibidos filmes de vários períodos (documentários e ficções) e a nova safra concorre a prêmios. Na programação paralela, encontros, debates e retrospectivas esmiuçam o audiovisual brasileiro.
Este ano, o festival presta homenagem a dois indivíduos cujo trabalho tem atravessado fronteiras e os anos sem perder a força. Nelson Pereira dos Santos é um dos maiores cineastas do país, trouxe uma série de inovações técnicas e narrativas ao cinema brasileiro. Senhor absoluto da linguagem cinematográfica, ele sabe como poucos explorar a intensidade das histórias de Jorge Amado, que levou para a tela.
Os filmes que são os frutos deste encontro são obras muito pessoais, que revelam um mundo de rara beleza e sensibilidade, sem perder de vista as preocupações sociais e políticas que marcaram a vida desses dois autores brilhantes. A pré-seleção de filmes de Nelson Pereira dos Santos traz Rio Zona Norte (1958), Boca de Ouro (1962), Vidas Secas (1963), Azyllo Muito Louco (1969), Como Era Gostoso o Meu Francês (1970), Memórias do Cárcere (1984) e Bahia de Todos os Santos (1985).
Jorge Amado escreveu cerca de 30 livros, traduzidos em mais de 50 línguas. Vários dos seus romances foram adaptados para o cinema, cujo sucesso Dona Flor e Seus Dois Maridos, de Bruno Barreto, é um dos mais bem-sucedidos. A 13ª edição do Festival presta homenagem ao embaixador da literatura brasileira, que morreu há 10 anos, em Salvador (BA). Uma retrospectiva dos quatro filmes de suas obras será apresentado ao público francês, para que eles descubram o melhor deste grande escritor brasileiro no cinema.
Competição - Este ano cerca de 30 filmes serão oferecidos para o público francês. Entre os que participam da mostra competitiva de ficção estão: Como Esquecer, de Malu De Martino; Chico Xavier, de Daniel Filho; Malu de Bicicleta, de Flávio Ramos Tambellini; 180 Graus, de Eduardo Vaisman; Além da Estrada, de Charly Braun; Os Famosos da Morte e Os Duendes, de Esmir Filho; As Melhores Coisas do Mundo, de Laís Bodansky; e Desenrola, de Rosane Svartman.
Entre os documentários, estão: UPP, de Wagner Novais, Luciano Vidigal, Cadu Barcellos e Rodrigo Felha; O Manuscrito Perdido, de José Barahona; Uma Noite em 67, de Renato Terra, Ricardo Calil; Cortina de Fumaça, de Rodrigo Mac Niven; Memória Cubana, de Alice de Andrade e Iván Nápoles; Terra Deu, Terra Come, de Rodrigo Siqueira; Gisele Omindarewá, de Clarice E. Peixoto; Rio Sonata: Nana Caymmi, de Georges Gachot; Diário de Uma Busca, de Flávia Castro; e Noel Rosa Poeta da Vila e do Povo, de Dacio Malta.
Eventos paralelos - Para apoiar o 13º Festival de Cinema Brasileiro, três outros eventos serão realizados durante o período. Um deles é o Encontro com Nelson Pereira dos Santos, organizado pela União Latina, a Casa da América Latina e da associação Jangada, com a participação de Paulo Antonio Paranaguá, um jornalista do Le Monde, de Marie-Christine Navacelle, ex-comissária do Cinema du Reel, e Lisa Ginzburg, diretora de Cultura da União Latina.
Haverá ainda uma exposição de fotografias do artista brasileiro Pedro David e o lançamento do livro A Viagem do Cinema Brasileiro da Atlântida para a Cidade de Deus, o Renascimento do Cinema Brasileiro, de Lawrence Desbois (Editions L"Harmattan, Paris).
FONTE: Gazeta Digital

quinta-feira, 3 de março de 2011

Frases do maior pintor brasileiro


 Divulgação
O Mestiço: quadro mais famoso
de Cândido Portinari
"Saí correndo, tive tempo ainda de apanhar o trem em movimento. A última imagem que me ficou gravada na memória foi a de meu pai, levantara-se para se despedir, ainda posso vê-lo... não teve tempo de me dizer nada" - falando sobre sua mudança para o Rio de Janeiro.
"O alvo da minha pintura é o sentimento. Para mim, a técnica é meramente um meio. Porém um meio indispensável" - em declaração que escandalizou seus mestres acadêmicos da ENBA.
"A viagem à Europa para um moço que observa é útil. Temos tempo de recuar. Temos coragem de voltar ao ponto de partida. Eu sou moço" - sobre os valores que aprendeu com os anos que vivem em Paris.
"Estou com os que acham que não há arte neutra. Mesmo sem nenhuma intenção do pintor, o quadro indica sempre um sentido social" - começando a flertar com o socialismo.
"Quanto à pintura moderna, tende ela francamente para a pintura mural. Com isso, bem entendido, não quero afirmar que o quadro de cavalete perca o seu valor, pois a maneira de realizar não importa" - explicando sua mudança para os afrescos.
"E a causa disso tudo é ainda o governo, que se obstina a não ter, como no México se observa, interesse direto pelas coisas da arte" - em reclamação contra a falta de apoio do governo para exposições e mostras.
"Aos homens honestos, aos brasileiros sinceros, aos patriotas de fato é que falo, para que analisem tal assunto com frieza" - depois de completar a série de telas "Retirantes".
"Estão me impedindo de viver" - comentando as ordens médicas que o proibiam de continuar pintando para não agravar sua intoxicação
"E por assim haver disposto o essencial, deixando o resto aos doutores de Bizâncio, bruscamente se cala e voa para nunca-mais a mão infinita, a mão-de-olhos-azuis de Candido Portinari" - Carlos Drummond de Andrade, no poema "A Mão", dedicado ao amigo na ocasião de sua morte.